Anúncio

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Síncope, Anacruse e Contratempo

Muitos devem estar se perguntando o porquê de estudarmos esses três assuntos em um só artigo.A resposta é simples: Síncope, Anacruse e contratempo são recursos rítmicos, e possuem em comum o fato de nomear certas peculiaridades no ritmo musical.Antes de estudarmos

a síncope, teremos que fazer uma pequena introdução, entendendo os conceitos de parte fraca e parte forte do tempo.

Ligadura de duração

Antes de estudarmos esses recursos,veremos brevemente este sinal que liga as notas, chamado de ligadura. Quando essa ligadura liga duas notas iguais, ou seja, de mesma altura (fá - fá) , ela prolonga a duração da nota, somando os dois valores de duração. Neste caso, tocaríamos a nota como se estivesse em uma mínima.Isto permite que obtenhamos durações nem sempre possíveis através apenas das figuras musicais.

Síncope

Tempo forte e tempo fraco

 Note que existem partes fortes e fracas de um único tempo, e também existem tempos que são mais fortes que outros.Isso nos mostra que a dinâmica dentro de um compasso musical não é homogênea, mas se articula, assim como na lingua falada, onde existem acentos e prosódias.Normalmente a música se desenrola na ordem que está na figura (do forte ao fraco).
  Quando uma nota inicia no tempo fraco e termina no tempo forte, ocorre a síncope, que é um certo "salto" repentino da dinâmica (intensidade do som) durante a nota. (Exatamente por isso recebeu esse nome, por se assemelhar à síncope cardíaca).A nota sincopada soa como "taA"

Esta é uma síncope muito comum, onde a nota transpassa os dois compassos (ou seja, continua após o fim do primeiro compasso, e termina apenas no seguinte).



Quando uma síncope é formada por figuras iguais, ela é chamada de síncope regular.Quando ela é formada por figuras diferentes, ela é chamada de síncope irregular.

Anacruse

A anacruse ocorre quando a música ou o trecho musical não se inicia no tempo forte. A anacruse mais comum é a exemplificada acima, quando a música não começa no primeiro tempo.
  A anacruse pode aparecer destas duas maneiras.Começando-se, literalmente, a música fora do primeiro tempo, ou acrescentando-se pausas no primeiro tempo.No primeiro caso, temos uma peculiaridade: Como iniciamos a música com um compasso de 1 tempo e meio, podemos completar esse compasso no final da música ou do trecho.No caso, o último compasso do primeiro exemplo teria dois tempos e meio.No segundo caso, isso não é necessário utilizar este recurso, já que utilizamos as pausas para representar estas figuras.Este compasso completo é chamado de Tético.

Contratempo



  O Contratempo ocorre quando a parte forte do tempo é deslocada para a parte fraca (a parte fraca se torna forte).De forma mais simplificada, é quando há uma pausa na parte forte do tempo, e as notas só aparecem na parte fraca. No exemplo acima,no primeiro e segundo compassos, o tempo forte será o segundo, ao invés do primeiro, e no terceiro, a parte forte do tempo será a segunda metade do mesmo, onde se encontram as notas.

 Note que o contratempo também pode ser classificado como regular ou irregular, da mesma maneira que a síncope.

  As figuras rítmicas especificadas aqui auxiliam o músico no processo de execução da peça musical, pois facilitam a compreensão de trechos que pareceriam confusos sem este estudo. Com muita frequência estes recursos são usados em partituras musicais, por isso é recomendado que não seja apenas estudado, mas praticado em um instrumento ou na própria voz.




6 comentários:

  1. legal,eu gostaria de saber como contar uma subidivisão e bi-subidivisão em uma partitura

    ResponderExcluir
  2. Excelente o conteúdo. Só tenho uma dúvida: onde se diz "De forma mais simplificada, é quando há uma pausa na parte fraca do tempo" não deveria ser "De forma mais simplificada, é quando há uma pausa na parte forte do tempo"?

    ResponderExcluir
  3. Um outro detalhe, Vinicius: onde se diz "Quando uma nota inicia no tempo fraco e termina no tempo fraco, ocorre a síncope" não deveria ser "Quando uma nota inicia no tempo fraco e termina no tempo forte, ocorre a síncope"?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...